O que fazer para ficar forte? (Parte 3)

O que fazer para ficar forte? (Parte 3)
Nesta última parte vamos falar sobre suplementos que podem ser usados para ganhar massa muscular. Estes foram tratados em posts anteriores e serão tratados de forma prática aqui, porém resumida. Se quiser saber mais sobre os suplementos visite os outros posts do blog.
Suplementos mais usados
Uma combinação de suplementos pode ser usada para melhor desempenho, nesse caso, os mais usados são: Proteínas, BCAA’s, Creatina, Glutamina e Hipercalóricos.
Alguns desses suplementos trabalham em conjunto para melhores resultados. Por exemplo, o whey protein, que já possui BCAA’s, permite ao corpo utilizar uma dose maior para recuperar os músculos com mais eficiência.
Os hipercalóricos são muito utilizados por ectomorfos (os magrelos) para fornecimento de calorias extras à dieta.
A glutamina auxilia na recuperação muscular e melhora a imunidade. A Creatina é armazenada no músculo e permite a execução de mais repetições no exercício.
Crescimento muscular
Para o crescimento muscular, os suplementos mais utilizados são o whey protein e outros proteicos, hipercalóricos (que possuem uma parte de proteina) e BCAA’s.
O corpo humano utiliza a proteína para recuperar os músculos. Os BCAA’s são compostos de 3 aminoácidos, sendo um deles, o mais presente nos músculos.
Logo, como dito acima, esses dois suplementos estão em sintonia. Os hipercalóricos são utlizados para fornecer a energia necessária ao atleta.
Obviamente, o hipercalórico é composto de outros ingredientes além da proteína, contendo carboidratos e gorduras. Porém, como a ingestão calórica diária é importante (deve estar sempre acima das suas necessidades se quiser ganhar músculos), esse suplemento é indispensável para quem possui um metabolismo acelerado ou não consegue ingerir todas as calorias necessárias em um dia.
Imunidade
Durante os exercícios, o catabolismo (quebra do tecido muscular) libera substâncias conhecidas como radicais livres. Essas substâncias causam danos ao corpo e aceleram o envelhecimento.
Por isso, alguns suplementos são utilizados para combater a ação dessas substâncias, como os multivitamínicos e a glutamina.
O multivitamínico, como o próprio nome diz, fornece vitaminas e minerais necessários na ingestão diária recomendada de uma pessoa adulta. Por não contemplar as necessidades de um atleta que executa atividades físicas diárias, o restante da ingestão deve vir da alimentação natural.
A glutamina tem efeito na imunidade corporal e ajuda na recuperação do sistema imune para evitar a contração de doenças. Mesmo em um resfriado, que pode ser comum entre atletas, pode ser evitado ou seus sintomas reduzidos drasticamente com a ingestão de glutamina.
Desempenho
Como suplementos que melhorem o desempenho, temos a creatina, maltodextrina e dextrose e os pré-treinos.
Apesar de existirem algumas alternativas como o Waxy maize, considero a maltodextrina e a dextrose como opções baratas e úteis.
Os pré-treinos são utilizados para aumentar a disposição para o treino. E a creatina é estocada nos músculos para melhorar a síntese de ATP.
Para dar energia
Maltodextrina e dextrose são excelentes suplementos para fornecer energia durante o treino. Podem ser misturadas no suco e consumida antes e/ou após o treino.
Nesse caso, você fornece ao corpo os carboidratos necessários para a atividade física, evitando a utilização de outras fontes pelo corpo. Isso também ajuda a repor os estoques de glicogênio (combustível dos músculos) do corpo, especialmente após o treino.
Se você estiver em fase bulk (ganho de massa) e procurar um suplemento para fornecer mais energia no seu treino, essa é a melhor opção. Assim como, se você quiser ter mais energia para qualquer atividade física e evitar a utilização das proteínas musculares como combustível (catabolismo) as duas opções são viáveis.
Pré-treino
Os pré-treinos são muito utilizados para dar mais disposição. São compostos por taurina, cafeína ou outros estimulantes e ajudam na liberação de energia pelo corpo, dessa forma você se sente mais disposto a treinar.
Nesse caso, a utilização é muito bem vinda, principalmente durante aqueles momentos de preguiça ou no inverno.
Infelizmente, os pré-treinos não funcionam como termogênicos, apesar de serem compostos pelas mesmas substâncias, pois, fornecem uma pequena quantidade de calorias por porção.
Creatina
Suplemento envolto em controvérsias, a creatina auxilia na síntese de ATP, dando mais capacidade ao músculo de executar as últimas repetições.
Esta fica estocada nos músculos e, como efeito colateral (desejado) aumenta seu volume, ao reter água nas célular musculares.
Além disso, ela deve ser consumida diariamente para que os efeitos sejam visíveis e perceptíveis, visto que quanto maior o estoque, melhor seu desemepenho durante a execução de repetições.
Conclusão
Esses são os melhores suplementos para quem deseja ficar forte. Assim como as dicas dos posts anteriores.
Para ficar forte é necessário que o tripé: Alimentação, exercícios e descanso estejam em equilíbrio.
Durante os exercícios você danifica as fibras. A alimentação fornece os nutrientes necessários para a sua recuperação. No descanso, o corpo repara as fibras danificadas para serem reutilizadas na próxima sessão. Todo esse processo, conhecido como metabolismo é o responsável pelo crescimento muscular.
Uma falha durante o processo e você não terá o efeito desejado. Por isso, foco e disciplina são essenciais.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *